• tracktus1
  • SINDICAL 2019
  • multigestor 2016
  • associe se
  • super simples
  • berckley
  • banner reforma
  • bannerargo

brasesul

conexao

Sincor-RS Informa

Assistência 24 horas vira pesadelo para segurados e corretores

A paciência dos segurados e dos corretores de seguros tem sido testado ao limite com a “Assistência 24 Horas”. Em algumas companhias o problema começa na demora do atendimento telefônico. O segurado liga no 0800, os minutos passam, ninguém responde, e ele desiste. Resta ligar para nós, em busca de socorro.

O corretor de seguros Ricardo Feijó Padilla comenta:

- O serviço pode demorar um tempo infinito entre o atendimento telefonico e a conclusão do protocolo. A coisa segue complicada com a demora do guincho, táxi ou prestadores, com até três horas de espera.

Padilla reclama que a situação chegou no limite. Ou as seguradoras tomam providências ou as corretoras serão obrigadas a prestar o atendimento e tentar reembolso oportunamente:

- Na verdade, alguns colegas já fazem este serviço, como se fossem centrais de atendimento. Já ocorreu de acionarmos diversas vezes a assisitência, sem resultado. O segurado não aguenta esperar e sobra pra nós.

O prazo médio estipulado é de até uma hora. O corretor repassa o aviso ao segurado e reza para que o socorro chegue dentro do prazo. Passam-se os 60 minutos, o segurado liga novamente e reclama:

- Ligamos mais uma vez para central e a informação que nos deixa perplexos é a seguinte: "Ainda não encontramos um prestador que possa atender na região, estamos tentando." Como assim?

O profissional lembra que o problema ocorre há muito tempo e a impressão que fica é que os prestadores de serviços não estão interessados em atender os clientes das companhias:

- Acho importante que as seguradoras ouçam as reclamações dos segurados e corretores e tomem providências junto a estas empresas. A situação tende a ficar insustentável. – acrescenta Padilla.

No setor de corretagem de seguros há um comentário, à boca-pequena, sobre esta demora: há uma espécie de guerra entre guincheiros e seguradoras que tem como base o baixo valor do serviço prestado. Isto é, vale mais a pena atender o particular do que a seguradora. E nós, os corretores de seguros, somos o marisco na briga do mar com o rochedo.

Em resumo: o que começou como uma ótima ideia, um diferencial, transformou-se numa imensa dor de cabeça.

Tags: Notícias

Newsletter Sincor-RS Informa

Assinar!

55anos rodape